Tem filme mossoroense vindo aí! A Companhia Bagana de Teatro está no processo de gravação do seu primeiro curta-metragem. O filme chama-se Casa do Louvor, e é uma adaptação da peça teatral do grupo que leva o mesmo nome. 

O espetáculo ficou em cartaz entre os anos de 2015 e 2019, e é baseada nos costumes e tradições do Alto do Louvor, um bairro antigo de Mossoró-RN, conhecido pelos bares e cabarés presentes na região. Na peça teatral, as atrizes e atores retratam também o preconceito e o descaso desse cenário na cidade. A direção dramatúrgica é assinada pela atriz, jornalista, coreógrafa e preparadora potiguar, Carla Pires Martins. 

#paracegover: ator da peça Casa do Louvor em cena. Ele está com o braço esquerdo esticado e a mão segurando um buquê com flores e cordas; a mão direita está sobre o peito. Ele está sorrindo, com uma maquiagem forte, e usa um vestido em tons de bege. De fundo, uma espécie de cortina e lâmpadas. FOTOGRAFIA: George Harrison.

Com a pandemia da Covid-19 e a impossibilidade de ocupar os palcos, o virtual acabou sendo um destino possível (mesmo que momentâneo) para a realização dos projetos da Cia. mossoroense. Isso somado ao programa de incentivo à cultura, Lei Aldir Blanc, que resultou na aprovação do curta na iniciativa artística. Foi a partir desse contexto, que o filme Casa do Louvor saiu do papel. E, com isso, começou-se uma busca por direção, roteiro, figurino, elenco, produção, maquinário, enfim; tudo que um bom filme requer. 

A direção geral do curta-metragem é da atriz paraibana e também diretora Marcélia Cartaxo, nome forte no audiovisual brasileiro que coleciona trabalhos renomados na sua carreira, o que lhe renderam alguns prêmios, como o Urso de Prata, no Festival de Berlim, pela sua atuação no filme A Hora da Estrela, dirigido por Suzana Amaral, e um Kikito de Melhor Atriz, em 2019, no Festival de Gramado, pelo filme Pacarrete, de Allan Deberton. Marcélia aceitou o convite, mas trouxe a sua equipe, formada por Cristiane Fragoso, como diretora assistente, e Bertrand Lira, na consultoria do roteiro.

#paracegover: Ao centro, a diretora do filme, Marcélia Cartaxo. Ela está com uma camisa estampada, calça, segurando uma garrafa d’água, de máscara preta, óculos, cabelo curto, e olhos apertados (aparentemente sorrindo), e de frente para a foto. Por trás, a equipe trabalhando, realizando funções diferentes. À frente da imagem, em primeiro plano, na lateral direita da foto, Wigna Ribeiro, diretora fotográfica do curta, está de costas, e na foto aparece apenas a parte de trás da sua camiseta e seus cabelos. Todes estão numa rua, ao ar livre, em frente a um bar com fachada amarela e portas vermelhas. FOTOGRAFIA: desconhecido.

O roteiro teve que ser totalmente adaptado para a linguagem do cinema. O enredo também sofreu mudanças. Personagens que antes constituíam a peça tiveram que ser repensadas, assim como, atores e atrizes. Quem assume a direção de fotografia é a cineasta conterrânea Wigna Ribeiro; a direção de arte, Marcos Leonardo e Damásio Costa; a captação de som; Samya Alves; o roteiro, Ana Carla Azevedo e Joriana Pontes, esta também atriz da peça e do filme e produtora executiva do mesmo. 

Ainda não há previsão de quando o Casa do Louvor será estreia, mas acredita-se que esse momento não está tão longe, uma vez que as gravações já foram finalizadas. Mas [olha que massa!], o Blog RETICÊNCIAS CULTURAIS conversou com Marcélia Cartaxo e Joriana Pontes sobre o curta-metragem. E você já pode conferir a entrevista completa no nosso canal no Youtube, “Reticências Culturais”. Lá, a gente conversou sobre as gravações, as peculiaridades e a magia do cinema, o cenário do audiovisual em Mossoró, a volta de Cartaxo na cidade, e algumas novidades. Para entender, você vai ter que assistir. 

Conteúdos e produções como essa serão comuns aqui no Blog.

Sem mais delongas… APROVEITEM!

#paracegover: entrevista completa do blog Reticências Culturais com Joriana Pontes, correteirista, atriz e produtora executiva do curta-metragem Casa do Louvor, e Marcélia Cartaxo, diretora geral do filme.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram