Se até o sorriso precisa descansar, quem somos nós para ditar os caminhos da vida? Sorriso este radiante, estonteante, contagiante… E ele tinha nome: Heverton Cândido, um grande bailarino, ator e produtor cultural, brasiliense atracado em solo mossoroense, que nesta quinta-feira (25), partiu, deixando muita saudade.

#paracegover: Heverton Cândido é negro, está com óculos de sol, sorriso, gotas de água pelo corpo, e cabelo curto. FOTOGRAFIA: desconhecido.

Dono de uma presença marcante, Heverton sempre esteve ligado à arte e à cultura de Mossoró. Iniciou sua trajetória no teatro, primeiramente ao lado do ator Augusto Pinto, e posteriormente, ingressou na Cia. Escarcéu de Teatro, liderada pelo ator e diretor Nonato Santos e pela atriz Lenilda Sousa. Essa parceria durou até aproximadamente o ano de 2009. 

Concomitantemente ao teatro, Heverton Cândido era um apaixonado pela dança. Junto a ela, o nosso artista participou do Grupo Diocecena, grupo de dança do Colégio Diocesano Santa Luzia, conduzido pela coreógrafa Roberta Schumara – grupo com o qual eu, Luiza, tive o privilégio de trocar ricas experiências ao lado dele. Paralelo a isso, também deixou um pouco de si e do seu talento em diversos espetáculos da cidade, como o Chuva de Bala no País de Mossoró, Oratório de Santa Luzia, Auto da Liberdade, entre mais peças de outras companhias mossoroenses.

#paracegover: Heverton Cândido veste trajes de cangaceiro, interpretando este personagem, segurando um galho. Cena do espetáculo Chuva de Bala no País de Mossoró 2018. FOTOGRAFIA: Togo Ferrário.

Heverton passou cerca de 11 anos à frente de projetos na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Juventude, da Prefeitura de Mossoró. Foi professor de dança do programa PET; coordenou o projeto Arraia do Idoso, do Mossoró Cidade Junina; assim como o Núcleo de Cidadania dos Adolescentes (NUCA), uma parceria da Prefeitura Municipal com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

Heverton Cândido viveu os seus últimos anos se descobrindo como produtor e assessor cultural (e dos bons). Realizou trabalhos de sucesso ao lado de grandes nomes da música local, como a dupla Beth e Jamir e CoisaLuz, com os quais tinha um carinho enorme. O sorriso que tomava conta do seu rosto, inesquecível e bonito de se ver, confirma esse amor.

Um dos seus últimos trabalhos ligados à arte foi como intérprete de libras no espetáculo Auto da Liberdade 2019. 

#paracegover: Heverton Cândido está com uma camisa branca, calça jeans e um crachá. Está também sorrindo, com os braços abertos em cima do palco do Auto da Liberdade 2019, na Estação das Artes, em Mossoró. De fundo, está muita gente na plateia aglomerada. FOTOGRAFIA: desconhecido.

… 

Heverton Cândido foi encontrado sem vida em sua casa no bairro Sumaré, aqui em Mossoró. A Polícia Militar foi acionada na madrugada desta quinta-feira (25). Ao chegar no local, se deu conta da situação e acionou a Delegacia de Plantão e o Instituto Técnico de Perícia (ITEP) para dar continuidade aos procedimentos.

Segundo a Polícia Civil, o nosso colega apresentava sinais de depressão. Além de que tinha perdido tanto a sua mãe quanto o seu pai há poucos meses. 

Em um de seus perfis nas mídias sociais, ele mesmo se descreveu dessa forma: “Eu não sou o que os outros falam, pensam ou sussurram, eu sou eu mesmo. A cada segundo, mudamos, formamos conceitos e novas ideias. Portanto, somos seres impossíveis de sermos definidos por um segundo para a eternidade!”. É, meu querido amigo e de todes nós, você realmente era único. Não é um segundo que vai te definir para a eternidade, mas a eternidade que vai te deixar enraizado nos nossos corações.

#paracegover: Heverton Cândido está com os braços abertos como se tocasse as mãos do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro-RJ. Ele está olhando para baixo e de fundo está o céu. FOTOGRAFIA: desconhecido.

VELÓRIO:

O corpo de Heverton Cândido já foi liberado do ITEP e o velório será no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, a partir das 14h até às 16h. Quem quiser deixar a sua homenagem ao grande artista, não deve esquecer a máscara. Ordens das autoridades sanitárias. 

Heverton Cândido nasceu no dia 05 de novembro de 1987 e parte no dia 25 de novembro de 2021.

Confira HOMENAGENS de outres artistas ao nosso querido Heverton Cândido:

“É com muita saudade que nos despedimos de Heverton… guardamos as recordações de um menino jovem, de sorriso largo e coração espaçoso. […]
Sempre haverá Heverton nas histórias dos espetáculos que compartilhamos , nos arquivos, nas lembranças, nos corações. Heverton sempre será um pedacinho da Escarcéu e leva hoje um pedacinho de nós”.

Cia. Escarcéu de Teatro.

É assim que vamos lembrar de você, com esse sorriso no rosto, a bolsa lateral, crachá no pescoço, pronto pra fazer o que mais amava, produzir! Por trás das câmeras, um amigo com coração enorme, um ser humano com bondade imensurável, cheio de esperança, ombro pra gente desabafar, contar nossos segredos, receber seus concelhos, seu abraço apertado, e um amor incondicional. Você era necessário aqui na terra!
Beth e Jamir.

Palavras somem…
[…]
Perdemos um dos nossos pra um sistema que nos adoece diariamente.
É um dia de luto, de tristeza, de indignação,
Mas também de lembrar e honrar a memória de um dos maiores profissionais da cultura que tivemos o prazer de fazer parte da CoisaLuz.
Heverton Cândido, te amaremos para sempre.
CoisaLuz.

É com grande pesar que o Conselho Municipal de Políticas Culturais, na pessoa de seu Presidente José Américo, vem por meio dessa externar a tristeza pela perda irreparável de um Artista, de um amigo e um jovem de sorriso largo Heverton Cândido, que nos deixou  precocemente. Que Deus em sua infinita sabedoria e amor conforte os corações de familiares e amigos.
Conselho Municipal de Políticas Culturais.

A Prefeitura Municipal de Mossoró deixou a sua mensagem:

NOTA DE PESAR

A Prefeitura de Mossoró, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, se solidariza com a família e amigos do artista Heverton Cândido pelo seu falecimento precoce. Neste momento de profunda dor e pesar, a Prefeitura de Mossoró e a Secretaria de Cultura manifestam as mais sinceras condolências pela partida do jovem representante do talento mossoroense.

O ator e bailarino atuou em vários espetáculos na cidade ao longo da carreira, realizando diversos trabalhos artísticos e contribuindo com a cultura mossoroense. Em 2021, Heverton Cândido interpretou o personagem “Tradição” no Mossoró Cidade Junina Virtual, levando alegria e simpatia ao público.

25 de novembro de 2021
Secretaria Municipal de Cultura
Prefeitura de Mossoró

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 responder à “LUTO: Mossoró perde o bailarino, ator e produtor Heverton Cândido”

Instagram